"....que seja tão simples quanto passar férias na praia... que seja tão preciso quanto navegar..."

O Evento... uma PARTITURA para o Workshop Macacos Aquáticos 2020

PROGRAMAÇÃO

O dia 11/01, será dedicado a chegada dos participantes e a reunião de apresentação e instruções, às 19hs.

A partir do domingo 12, teremos então 2 aulas-práticas a cada dia, sendo uma facilitada por Hugo Leonardo, com duração de 2hs a 4hs, parte na terra, parte na água, e outra facilitada por Conrado Falbo, com práticas de desenho, voz e movimento em terra.

 Teremos um dia de programação extraordinária dedicada a uma prática-passeio em Ponta Castelhanos. 

 

Os horários serão variáveis a cada dia,  porque precisam observar condições climáticas e do mar, além da adaptação do grupo. 

Atividades extras poderão surgir, conforme a disponibilidade e talentos do grupo!

PROFESSORES

As aulas e práticas de Contato Improvisação na Água terão a coordenação de HUGO LEONARDO.

Como artista-professor convidado, teremos mais uma vez o pernambucano CONRADO FALBO, que irá conduzir práticas de desenho, voz e movimento em terra. 

Uma apresentação detalhada desta proposta está aqui

Vale lembrar que o Macacos Aquaticos surgiu com a realização por dois anos sucessivos (2015 e 2016) de um curso de Contato Improvisação na Água  conduzido por SASHA BEZRODNOVA (Rússia), no segundo com a assistencia de MARIO BLANCO (Espanha).

Já batizado como Macacos Aquáticos, em 2017, o Encontro teve aulas conduzidas por HUGO LEONARDO e MARINA SANS (Catalunha).

 

Em 2019, HUGO LEONARDO e CONRADO FALBO (Recife) inauguram esse formato e conteúdo de aulas na água e em terra que, de tão bem sucedido que foi, será repetido em  2020.

HOSPEDAGEM

A cada ano construímos uma ocupação diferente do Macacos Aquáticos em Moreré, às vezes mais coletiva, às vezes mais espalhada.

Passamos a incluir no valor da inscrição a Hospedagem,

 com o desejo de que o grupo fique mais juntinho, mais concentrado e que possamos coordenar melhor as atividades com as adaptações necessárias às condições variáveis de clima, da água do mar e de nossas águas internas. 

Agora em 2020 há valores diversificados para as inscrições, segundo o mapa de vagas e quartos que pode ser consultado AQUI.   

 

Como de costume, ficaremos na Pousada Caminho da Praia, sob os cuidados amorosos e simples de Sr. Clóvis e D. Rita.

Alimentação, como nos anos anteriores, continuará livre para a iniciativa dos próprios participantes.  

O Encontro encoraja e se dispõe a facilitar a comunicação prévia entre os participantes inscritos, para troca de informações e ajuda mútua, para a busca de facilidades de grupo.

Inscrições confirmadas com uma boa antecipação é fundamental para isso!

ALIMENTAÇÃO

Moreré conta com alguns restaurantes e muitas barracas de praia com comida caseira a preços acessíveis. Em 2019 a média de um bom "PF" era R$ 25.

Mas não conte com muito mais além de peixes e frutos do mar.

Existem poucos e muito simples mercadinhos em que se pode encontrar pouca diversidade e qualidade de vegetais e frutas. E os preços são um pouco acima da média, por se tratar de uma ilha e uma praia de difícil acesso.

Arranjos de grupo e soluções coletivas são encorajadas. Muitas vezes cozinhamos juntos e dividimos compras. Talvez valha a pena alguma iniciativa de trazer mantimentos na bagagem.

É UM FESTIVAL ou encontro de contato improvisação?

Não.

O Macacos Aquáticos é um "workshop" com um foco preciso na experiência das danças proporcionadas pelo Contato Improvisação e a Água.

Outras práticas poderão ser incluídas na programação, ampliando esse foco na experiência da dança, da água e do Contato Improvisação,  mas não são dirigidas a compor uma programação que poderia ser dita típica de Encontros ou Festivais do CI. 

Acreditamos que essa pergunta-resposta tem implicações diretas nas outras 3 perguntas respondidas a seguir.

O EVENTO TEM ABERTURA PARA PROPOSTAS DE NOVOS PROFESSORES?

É um caminho a ser trilhado com muito afeto. Não há passos programados a seguir. Mas há passos, há dança. É comum termos professores-amigos especialmente convidados. Pessoas com que já temos construído um caminho juntos. Desejamos valorizar especialmente participantes de edições anteriores a se tornar parceiros em edições futuras. Isto é, mais uma vez, pessoas que constroem uma história com o evento. Exercitamos não incluir professores sem essa história ou sem, pelo menos, o propósito de construir essa história. 

Por outro lado, outros professores convidados podem chegar a partir do desejo e compromisso efetivo (financeiro) dos participantes.

É POSSÍVEL TROCAR O VALOR DA INSCRIÇÃO POR TRABALHO?

Não.

Primeiro porque minimizamos ao máximo o escopo da produção, que trata basicamente de promover, formar um grupo e oferecer a programação de atividades. Isto é, temas como alimentação, por exemplo, que demanda um grande esforço de produção, é de responsabilidade dos próprios participantes.

Ao mesmo tempo, temos um olhar crítico sobre o sistema de troca de trabalho que se tornou tão popular em eventos como os nossos. 

Ainda assim, somos abertos à construção de outras possibilidades de troca, equitativas, efetivamente colaborativas e sintonizadas com um compromisso de abundância mútua.

é possível participar parcialmente?

Comungamos do alto respeito que a prática do Contato Improvisação nos ensinou a estabelecer na autonomia de cada dançarino de ser o primeiríssimo e último responsável pelo seu processo na dança, pelo seu corpo, por suas escolhas, seus ritmos, suas vivências, o que quer que deseje deixar aquém ou além de seus limites. Assim, o participante decide até onde estará disponível para as atividades que o evento oferece. Entretanto, para o melhor desenvolvimento das aulas, é possível que não se possa participar de uma atividade sem a experiência prévia de uma atividade desenvolvida numa classe anterior, e isso poderá ser comunicado pelo professor ou equipe ao participante. E por essa mesma razão, será mais difícil permitir que um participante seja integrado ao evento depois de que ele tenha começado, ou seja, da segunda ou terceira aula em diante. De todas as formas e em todos os casos, o pagamento será pelo valor integral estabelecido.