EmComTato Festival

- nossa história - 

O EmComTato Festival é um evento cuja linguagem principal é a Dança para, a partir de ações artísticas e educacionais, promover e convidar à poéticas e reflexões sobre Arte e Vida. Para cultivar esse propósito, ao longo da sua história de maturação e mutações à cada edição realizada (desde 2010), o EmComTato cresceu na direção de um profundo interesse na vida de pequenas cidades e sua zona rural circundante. Assim viemos morar e atuar na pequena Palmeiras, na Chapada Diamantina, Bahia.

A fecundação e ponto de partida do Festival se deu a partir da proposta de investigação do movimento e dança conhecida como Contato Improvisação (Contact Improvisation), surgida na vanguarda da dança nos anos 1970 e desde então desenvolvida em múltiplos focos no contexto de uma comunidade internacional de prática.

Tanto relacionado com as artes somáticas quanto com a dança contemporânea, o Contato Improvisação contribui de modo singular para as investigações da improvisação na dança enquanto, a um só tempo, processo e produto cênico.

O interesse poético na fisicalidade do movimento e na complexidade do corpo vivo está, no Contato Improvisação, intensamente vinculada, desde o princípio nos anos 1970, a um contexto simbólico de intensos questionamentos sobre arte e vida, hierarquias, política, gênero, comunidade.

Assim, o Contato Improvisação contribuiu de forma relevante com a linguagem e o modo de produção de dança artística nas últimas décadas, tanto quanto reuniu e alimentou, na prática e simbolicamente, uma comunidade de prática tecnicamente refinada que não se limita ao campo profissional da dança e sequer das artes.

Entretanto, ao passo que curatorialmente e na estrutura proposta para o Festival a cada ano perseguíamos as poéticas e lógicas de encontro, sensibilidade e investigação do corpo e sociedade, o EmComTato Festival cresceu na direção das “periferias” de sua própria comunidade de prática e do próprio Contato Improvisação.

Acrescentamos progressivamente ações sociais e educacionais que nos revelaram a potência poética e intelectual – não assistencialista! - do encontro e fazer artístico compartilhado com comunidades que usualmente não tinham acesso ou conhecimento com o Contato Improvisação e sequer com a dança e arte contemporânea.

Assim, deixamos Salvador, onde as duas primeiras edições do Festival ocorreram (2010 e 2012) e viemos realizar o III EmComTato Festival no interior do estado da Bahia em 2013, cidade de Palmeiras, uma acolhedora e muito comum comunidade com uma extensa zona rural, com suas riquezas e abandonos típicos dos sertões e nordeste brasileiro.

Trouxemos conosco o objetivo de trabalhar com essa comunidade local e, ao mesmo tempo, sustentar que nosso chamado poético e convite para a dança pudesse continuar a ser ouvido nos grandes centros urbanos, outros estados e países.

A programação do EmComTato passou a ter, desde então, não somente ações e eventos artísticos, as tradicionais “jams” e o rico programa de treinamento dedicado aos praticantes do Contato Improvisação, como foram intensificadas as pesquisas poéticas sobre a realidade local, as residências artísticas, o convívio e o encontro com moradores e suas múltiplas artes. 

Assim, outras artes passaram a ser cada vez mais incorporadas ao Festival – como o audiovisual, a performance, a palhaçaria, a música – mantendo a dança e a improvisação como treinamento para o encontro sensível e o olhar poético sobre corpo e sociedade.

Após um intervalo de avaliação e readaptação às mudanças nas políticas públicas para as artes no estado da Bahia e no Brasil, o EmComTato Festival voltou a ser realizado a partir de 2017, anualmente, prosseguindo seu caminho de maturação e mutações, assumindo para sua sexta edição, em 2019, o novo nome “EmComTato Festival Arte Movimento e Vida”.

O EmComTato Festival, hoje, está consorciado num projeto maior chamado NAU Nascente Arte e Utopia, ancorado num pequeno sítio na zona rural do município, às margens do Parque Nacional da Chapada Diamantina, em que progressivamente construímos estruturas e chamadas para residências de criação em múltiplas áreas do conhecimento, das artes à tecnologia, passando por ambiente e sociedade.

1º EmComTato Festival de Contato Improvisação de Salvador / Salvador, junho de 2010.

     Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2009.

2º EmComTato Festival de Contato Improvisação de Salvador / Salvador, abril de 2012.

     Edital Setorial de Dança - Fundo de Cultura da Bahia.

3º EmComTato Festival de Contato Improvisação da Bahia / Palmeiras, agosto-setembro de 2013.

     Edital Setorial de Dança - Fundo de Cultura da Bahia.

4º EmComTato Festival de Contato Improvisação / Palmeiras, outubro-novembro de 2017.

5º EmComTato Festival de Contato Improvisação / Palmeiras, junho de 2018.

6º EmComTato Festival Arte Movimento e Vida / Palmeiras, junho de 2019.