Corpo e Território é o campo conceitual em que se estabelece um projeto poético comum entre o artista da dança Hugo Leonardo e a artista do corpo e do audiovisual Larissa Leão. Um projeto que fusiona e ao mesmo tempo retroalimenta seus projetos poéticos individuais: a Dança Imprevista, de Hugo Leonardo, e a Cartografia Afetiva de Larissa Leão. Na sua Cartografia Afetiva, Larissa se debruça sobre as relações entre Mapas e Afetos, com especial enfoque no exercício político e de poder sobre essas relações. Como o Corpo transita sobre seus territórios poeticamente, simbolicamente, politicamente e em termos de construção de identidade e auto representação? Estudos da Cognição norteiam o percurso de pesquisas, criação e ensino trilhado por Hugo Leonardo no campo da Dança, em que o Corpo aparece como um nexo de relações físicas-biológicas com subjetividade e ambiente. O que a Dança evidencia e possibilita sobre a cognição do dançarino em ação, como isso pode ser matéria e/ou procedimento poético? Simetricamente às relações que Larissa Leão enfoca entre Mapas e Afetos, Hugo Leonardo debruça-se sobre as relações entre Percepção e Sentidos, de forma que a Percepção são espécies de Mapas que mediam continuamente as impressões sensoriais do corpo no ambiente. E, aí, igualmente pode ser questionado o exercício político e de poder sobre as restrições e liberdades em meio às quais a Percepção ocorre e é condicionada. Teríamos a liberdade de construir nossos Mapas sobre o território segundo nossos afetos (num exemplo trivial, um mapa em que a América do Sul estaria “acima” e a Europa “abaixo”)? Os Mapas correspondem à realidade? Realidade estabelecida segundo que referências, atendendo que interesses, sustentada por quais comunidades? Os corpos podem transitar com igual liberdade e representatividade por estas realidades assim mapeadasA Percepção seria fiel à realidade? Precisaria ser?  Até que ponto nossos corpos encontram liberdade para explorar o ambiente sensorialmente e que possibilidades perceptivas aí podemos estabelecer com segurança? Segurança para quem? Que condicionamentos e controles a Percepção encontra na ação contínua de traduzir o atrito dos sentidos com o ambiente? A arte e o exercício poético nos guiam em meio à essas perguntas e panorama conceitual, operando nossas linguagens e materiais: a dança, o audiovisual, a performance, as artes visuais.

 

Residência Cuerpo y Território

Universidad de la República Uruguay

04 novembro a 15 dezembro 2019

Oportunidade de um intenso impulsionamento às pesquisas e à criação no contexto do projeto Corpo e Território possibilitada pelo Edital de Mobilidade Cultural do FCBA Fundo de Cultura da Bahia.

 

Residência Artística desenvolvida em parceria com a artista da dança Catalina Chouhy, docente do curso de Licenciatura em Danza da Universidad de la Republica Uruguay.

WhatsApp Image 2019-11-27 at 11.19.31 (1
Parque Battle (menor).jpg

REGISTROS, RASTROS, NOTICIAS EM FOTOS: Use o mouse para arrastar, organizar, abrir...

 

Referências

Atuais

Algumas das referências conceituais e artísticas que mais tem nos mobilizado ultimamente. Ideias e poéticas abertas na longa teia que entrelaça conversas, leituras, aulas, acasos, encontros ao longo do nosso percurso. 

 

 

Manual Iconoclassistas - capa.jpg

Iconoclasistas

Manual de

Mapeo Colectivo

Todo o trabalho dos argentinos Pablo Ares y Julia Risler a cerca de ferramentas que possibilitam a subversão de representações oficiais sobre territórios em favor de outros simbolismos e narrativas críticas.

 
ARTES VISUAIS
CINEMA
CORPO
AUDIOVISUAL

Cartografia Afetiva

Hugo Leonardo

Dança Imprevista

DANÇA
UTOPIA
CORPO
ATIVISMO POÉTICO SOCIAL